Page Nav

Grid

GRID_STYLE

Classic Header

{fbt_classic_header}


 

Destaques:

latest

Classic Header

GOIÁS | POLÍTICA - A convite de Vitor Hugo, diretor-geral da Polícia Federal encerra seminário contra a corrupção com palestra em Goiânia.

Evento foi continuidade do workshop "Os desafios do combate a corrupção no Brasil", organizado pelo deputado. O delegado Rolando A...



Evento foi continuidade do workshop "Os desafios do combate a corrupção no Brasil", organizado pelo deputado. O delegado Rolando Alexandre de Souza mostrou um pouco mais das atividades realizadas pela Polícia Federal no combate ao tráfico de drogas e aos crimes de corrupção em várias esferas. Solenidade contou com a presença de autoridades do estado



O workshop "Os desafios do combate a corrupção no Brasil", organizado pelo deputado federal por Goiás Vitor Hugo (PSL-GO), teve seu encerramento na noite desta terça-feira (1º), em Goiânia. O convidado da noite foi o Diretor-Geral da Polícia Federal, delegado Rolando Alexandre de Souza. O evento contou com a presença do governador de Goiás, Ronaldo Caiado; do secretário estadual de Segurança Pública, Rodney Miranda; da superintendente da Polícia Federal em Goiás, Cassandra Parazi; do comandante da Guarda Civil Metropolitana de Goiânia, Welinton Paranhos; do presidente da Assego, Sutenente Luis Cláudio Coelho, além de autoridades oficiais da Polícia e Bombeiros Militar. Vitor Hugo agradeceu os presentes e evidenciou a importância do tema.

"É uma grande satisfação receber aqui o diretor-geral da Polícia Federal, que é uma das instituições que – eu tenho certeza – o Brasil mais se orgulha, ao lado da Polícia Rodoviária Federal e das Forças Armadas. Todos nós estamos ansiosos para ouvir sobre o combate à corrupção, à lavagem de dinheiro e ao tráfico de drogas. O presidente Bolsonaro e a sua equipe do Ministério da Justiça têm feito muitos esforços nesses dois anos, e aqui em Goiás não foi diferente com a nossa Secretaria de Segurança Pública e as nossas Forças de Segurança, que estão entre as melhores do Brasil, mas nós ainda temos muitos desafios pela frente", reconheceu Vitor Hugo. 

Em sua apresentação, o diretor-geral da PF, Rolando Alexandre, agradeceu o convite de Vitor Hugo, mostrou um pouco mais das realizações da instituição no enfrentamento à corrupção e ao tráfico de drogas. Ele alertou para o poderio do tráfico de drogas, da organização em forma de empresa das facções e das consequências das suas atividades, reforçando a relevância do workshop para a sociedade.  

"Primeiramente agradecer pelo convite ao Vitor Hugo, que não é um parlamentar que se destaca não só Congresso, mas por iniciativas como essa também e foi com muito orgulho que eu aceitei vir aqui palestrar para os senhores. Já são 52 operações realizadas e mais de 5,4 bilhões de reais apreendidos do tráfico apenas em 2020. A corrupção é o crime que mais faz crescer o tráfico de drogas. Zonas que tem o tráfico intenso costumam apresentar altos índices de violência e corrupção," disse o diretor-geral. 

*Agradecimento de autoridades*

Em sua fala o governador Ronaldo Caiado, reconheceu a atuação de Vitor Hugo no combate à corrupção, destacou a atuação das forças de segurança pública de Goiás e ressaltou a importância do tema. "Goiás tem sido o local, graças ao prestígio do deputado Vitor Hugo, de se debater um dos temas mais importantes e, como médico eu diria, talvez a maior doença que pode acometer o organismo público como também a sociedade, que é a corrupção," afirmou o governador.

A realização do evento mais uma vez contou parceria com a Associação de Subtenentes e sargentos de Goiás (Assego). O presidente da instituição, Luis Cláudio Coelho, agradeceu a articulação de Vitor Hugo e ressaltou que as portas da Assego estão abertas para os que defendem o Brasil.

"Esse momento é tão importante para todos nós,  goianos, discutirmos o combate a corrupção. Esse é um dos temas principais para a mudança do nosso país e a ASSEGO foi escolhida como parte disso, para sediar essa conversa. Agradecemos o deputado federal Vitor Hugo, do fundo do coração, por ter escolhido a ASSEGO como a entidade para sediar esses eventos tão importantes para o estado de Goiás. Muito obrigado pela parceria," disse o presidente.

Rolando Alexandre de Souza é delegado da Polícia Federal, foi aluno da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx) e da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN); foi superintendente da PF em Alagoas de março de 2018 até setembro do ano passado, quando assumiu a secretaria na Abin, e depois a Diretoria-Geral da PF em maio de 2020. Na corporação, Rolando também foi chefe do Serviço de Repressão a Desvio de Recursos Públicos e ocupou cargos de chefia na Divisão de Combate a Crimes Financeiros e na superintendência em Rondônia.


REDAÇÃO TRIBUNA DO BRASIL


Uma marca do Grupo

Nenhum comentário

Obrigado por contribuir com seu comentário! Ficamos felizes por ser nosso leitor! Seja muito bem vindo! Acompanhe sempre as nossas notícias! A equipe Tribuna do Brasil agradece!