Page Nav

Grid

GRID_STYLE

Classic Header

{fbt_classic_header}


 

Destaques:

latest

Classic Header

Inovação, Educação e Humanização: o tripé de sucesso do Detran-DF

Com um competente trabalho humano e tecnológico, o Detran-DF vem despertando os olhares da população do Distrito Federal Foto: Renato Alves....



Com um competente trabalho humano e tecnológico, o Detran-DF vem despertando os olhares da população do Distrito Federal

Foto: Renato Alves.


Muitos candangos estão surpresos com o "choque de gestão" depois que Zélio Maia, diretor geral, assumiu o órgão. Ele afirma que sua missão perante o Governador Ibaneis Rocha (MDB) é zerar todas as filas de serviços do órgão e o tripé do sucesso chama-se 'inovação, educação e humanização'.

O atual diretor, que assumiu o posto em 2 de março deste ano, duas semanas antes do início da pandemia, revela que "O Detran não parou." "Tivemos o começo da pandemia e logo em seguida começamos a elaborar um planejamento audacioso, aplicar projetos, trabalhar e colocar tudo em ordem", comenta. O Detran ficou 72 dias com os serviços suspensos.

Uma de suas primeiras ações a frente do Detran foi rever todo o sistema de tecnologia, que segundo ele, estava 'defasado'. Na pauta do mês de agosto, construiu um projeto de lei chamando 'Detran digital'. "Antes tudo era presencial, agora temos o portal do Detran e também o aplicativo. Por lá os condutores conseguem fazer tudo. Reduzimos a burocracia e colocamos a inovação no lugar", afirma.

Zélio Maia da Rocha é formado pela Faculdade de Direito do Centro Universitário do Distrito Federal (UniCeub). Desde então, atuou como advogado militante nas áreas de direito penal, trabalhista, constitucional e administrativo. Também foi secretário de Justiça no governo de Rodrigo Rollemberg — ficando somente um mês no cargo. O diretor é procurador do Distrito Federal desde 1999.  

Zélio afirma que nesses nove meses de gestão muita coisa avançou, mas ainda é preciso avançar mais. "Vamos zerar as filas do Detran e continuar implantando muitas coisas boas. Tínhamos casos de motoristas que chegavam a ficar 5 horas na fila apenas para pegar o verdinho, conhecido como DUT, isso é desumano e acabou", enfatiza.

Seus planos para 2021 é elevar o Detran a nota 10 de otimização dos serviços públicos. "Sou um diretor técnico e quero o melhor para o meu órgão. Não porque sou diretor, mas também sou um cidadão que quero os melhores serviços. Precisamos entregar o Detran para a sociedade", conclui.




Nenhum comentário

Obrigado por contribuir com seu comentário! Ficamos felizes por ser nosso leitor! Seja muito bem vindo! Acompanhe sempre as nossas notícias! A equipe Tribuna do Brasil agradece!