Page Nav

Grid

GRID_STYLE

Classic Header

{fbt_classic_header}


 

Destaques:

latest

Classic Header

É tempo de ação: GDF acompanha produção de marmitas nos 14 restaurantes comunitários

Sedes realiza visitas técnicas frequentes para verificar a situação e as demandas de cada unidade Durante as visitas aos Restaurantes Comuni...



Sedes realiza visitas técnicas frequentes para verificar a situação e as demandas de cada unidade



Durante as visitas aos Restaurantes Comunitários, a equipe da Sedes verifica a situação das instalações e dos equipamentos e o que pode ser feito de imediato para melhorar o serviço | Foto: Divulgação/Sedes

Os Restaurantes Comunitários do Riacho Fundo 2 e do Recanto das Emas receberam visitas técnicas de uma comissão da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), nesta terça-feira (2). O objetivo da ação foi acompanhar de perto o trabalho das equipes e ouvir as demandas de cada unidade em prol da melhoria do atendimento à população.

"São incursões de rotina feitas semanalmente pela gestão para verificar o andamento da produção das marmitas nos 14 restaurantes comunitários e conversar com os funcionários", explica a subsecretária de Segurança Alimentar e Nutricional, Karla Lisboa.

De acordo com a gestora, por meio dessas visitas verifica-se a situação das instalações e dos equipamentos e o que pode ser feito de imediato para melhorar o serviço. "Os gerentes e os executores do contrato sempre nos acompanham para mostrar e explicar, por exemplo, o acondicionamento das refeições e a higienização dos materiais", destaca Karla Lisboa. Nesta semana, as unidades de Brazlândia e da Estrutural também receberam a comitiva.

Karla Lisboa reitera que essa aproximação com as unidades é importante para manter a qualidade do serviço prestado. "Minha equipe faz ações toda semana para acompanhar o trabalho das empresas terceirizadas que produzem as marmitas e cuidam dos restaurantes".

Os Restaurantes Comunitários oferecem refeições adequadas e saudáveis ao custo de R$ 1 para a população. Em razão da pandemia da Covid-19, as refeições estão sendo servidas em marmitas, que podem ser retiradas pelo usuário na quantidade que ele necessitar. Nesses meses de pandemia, as quentinhas também são oferecidas gratuitamente à população em situação de rua cadastrada pela equipe de Abordagem Social da Sedes.






Nenhum comentário

Obrigado por contribuir com seu comentário! Ficamos felizes por ser nosso leitor! Seja muito bem vindo! Acompanhe sempre as nossas notícias! A equipe Tribuna do Brasil agradece!