TRUE

Latest Posts

TRUE
{fbt_classic_header}

Últimas Notícias:

latest

Destaque TOPO - 970x250 - Colégio Objetivo

DER DF promoveu ação educativa no Hospital da Criança de Brasília

  Hospital da Criança recebe ação educativa de trânsito do Maio Amarelo A atividade integra a programação de prevenção a acidentes realizada...

 

Hospital da Criança recebe ação educativa de trânsito do Maio Amarelo

A atividade integra a programação de prevenção a acidentes realizada pelo GDF. Até a primeira quinzena, nove mil pessoas haviam participado dos eventos da campanha

Adriana Izel, da Agência Brasília | Edição: Vinicius Nader

A ida do pequeno João Emanuel Vaz, 8 anos, ao Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) foi diferente nesta terça-feira (23). Enquanto esperava a consulta, o menino se deparou com uma equipe de educadores no hall da instituição encenando uma peça sobre educação no trânsito. Os personagens principais eram a faixa de pedestre e o cone.

“Eu achei a peça muito boa. Ensina um monte de coisa para quem não sabe, como passar no trânsito, na faixa e também na passarela”, conta, animado, João. A mãe dele, Camila Rafaela Vaz, também gostou da ação. “É uma iniciativa interessante porque as crianças ficam aqui esperando e ter alguma coisa para diverti-las informa e entretém ao mesmo tempo. Só vem para somar”, avalia.

Crianças puderam aprender e brincar enquanto esperavam atendimento médico | Fotos: Geovana Albuquerque/ Agência Brasília

A encenação faz parte da programação do Movimento Maio Amarelo 2023 promovida pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF) com o intuito de conscientizar a população sobre os acidentes e as mortes no trânsito. Iniciada no começo do mês, a campanha já impactou nove mil pessoas com fiscalização, ações educativas, distribuição de kits, entre outros.

“É um mês muito importante para gente, porque, apesar de a gente cuidar do trânsito todos os dias do ano, o Maio Amarelo é o mês referência para prevenção de acidentes e mortes, então a gente enfatiza isso com campanhas, fiscalização e com educação”, afirma o presidente do DER, Fauzi Nacfur Junior.

Ao longo desta terça-feira, crianças, pais, acompanhantes e funcionários do hospital poderão participar das atividades alusivas ao mês de forma gratuita. São encenações de peças educativas pelo programa Transitolândia, jogos de memória e dos sete erros, dinâmicas sobre os perigos de unir direção e bebida e um minicircuito com carros elétricos com possíveis situações que podem ocorrer no trânsito e como evitá-las.

“Firmamos essa parceria trazendo atividades educativas tanto para o público infantil quanto para o público adulto com o intuito de estar conscientizando. Além das atividades educativas, nossa intenção é trazer um pouco de alegria para essas crianças e seus familiares que estão passando por um momento sensível de tratamento de saúde”, explica a diretora de Educação de Trânsito do DER, Jucianne Nogueira.

Conscientização

Lídia Emanuelle tem 13 anos e descobriu que já pode andar no banco do carona: “Já vou avisar a minha mãe”

Levar o projeto ao Hospital da Criança é visto pelo presidente do órgão também como uma espécie de formação dos futuros condutores. “Quando a gente vem para o Hospital da Criança, traz algo diferente, que alegra a vida das crianças e que passa um conhecimento em relação ao trânsito. Porque essas crianças daqui a alguns anos vão ser motoristas. Então elas vão interiorizando na cabeça o que é certo ou errado no trânsito”, revela Fauzi Nacfur Junior.

A diretora clínica do HCB, Elisa de Carvalho, conta que a parceria com o DER se alinha aos conceitos do hospital de como os pacientes infantis devem ser tratados. “Aqui, no Hospital da Criança, o foco são doenças de alta complexidade, mas a gente tenta ver a criança na sua integralidade e não apenas em seu diagnóstico. Dentro disso, cabem ações educativas, porque a gente tem que ensinar bons conceitos desde o início”, comenta.

Quem concorda com a percepção de que a educação do trânsito deve ser feita na infância é o eletrotécnico William Barbosa. Ele estava no hospital com a esposa, Taynara Menezes, e com as filhas Isabela, 7 anos, e Isadora, 2, quando viu o projeto. As meninas logo correram para brincar com os jogos de montagem do semáforo e dos sete erros. “Acho uma iniciativa muito boa, porque já ensina as crianças desde pequenas a ter uma educação no trânsito. Porque se você não é motorista é pedestre em algum momento”, diz.

“Aqui, no Hospital da Criança, o foco são doenças de alta complexidade, mas a gente tenta ver a criança na sua integralidade e não apenas em seu diagnóstico” Elisa de Carvalho, diretora clínica do Hospital da Criança de Brasília

A estudante Lídia Emanuelle, 13 anos, vai voltar para casa cheia de aprendizados. “Não sabia que eu já poderia ir na frente no carro e também que tinha que colocar cadeirinha para crianças como meu irmão de 5 anos. Eu já vou avisar a minha mãe”, anuncia. A garota achou a experiência bem legal e divertida e fez questão de registrar o momento para a posteridade com fotos que postou nas redes sociais.

Até o fim do mês, as ações em alusão ao Maio Amarelo continuam. O encerramento será neste sábado (27), no Parque Rodoviário, em Sobradinho, com uma festa com exposição de carros antigos, teatro infantil e circuito de carros elétricos. “Tudo que envolve o nosso trânsito vai estar em ritmo de festa e todos estão convidados”, destaca o presidente do DER.

Hospital da Criança recebe ação educativa de trânsito do Maio Amarelo


Nenhum comentário

Obrigado por contribuir com seu comentário! Ficamos felizes por ser nosso leitor! Seja muito bem vindo! Acompanhe sempre as nossas notícias! A equipe Tribuna do Brasil agradece!

Oferecimento Tribuna do Brasil & Agência Brasil