TRUE

Latest Posts

TRUE
{fbt_classic_header}

Últimas Notícias:

latest

Destaque TOPO - 970x250 - Colégio Objetivo

"Tensões Aliviadas: Israel Liberta 39 Prisioneiros Palestinos em Cumprimento ao Acordo com o Hamas após a Libertação de Reféns"

Israel liberta 39 prisioneiros palestinos e cumpre acordo com Hamas Depois que terroristas soltaram reféns, governo israelense liberou 24 mu...

Israel liberta 39 prisioneiros palestinos e cumpre acordo com Hamas

Depois que terroristas soltaram reféns, governo israelense liberou 24 mulheres e 15 adolescentes que cumpriam pena em presídios


Depois que o Hamas libertou 13 reféns israelenses, 10 tailandeses e 1 filipino, o governo de Israel libertou 39 prisioneiros palestinos | Foto: Reprodução/X/Twitter

O governo de Israel libertou nesta sexta-feira, 24, 39 prisioneiros palestinos que estavam detidos em território israelense. Ao todo, são 24 mulheres e 15 adolescentes do sexo masculino.

A informação foi divulgada na rede social X (antigo Twitter) de Majed al-Ansari, porta-voz do Ministério de Relações Exteriores do Catar. O país mediou o cessar-fogo de quatro dias na guerra na Faixa de Gaza.

Os presos, todos da Cisjordânia ocupada ou de Jerusalém, foram entregues ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha. Eles foram levados para o posto de Beitonia, onde foram libertados.

Majed al-Ansari, porta-voz do Ministério de Relações Exteriores do Catar, informou que o governo de Israel libertou 39 prisioneiros, entre mulheres e adolescentes | Foto: Reprodução/X/Twitter

Troca de reféns por prisioneiros


A soltura faz parte do acordo de trégua temporária com o Hamas. Na manhã desta sexta-feira, 24, o grupo terrorista soltou 13 reféns israelenses, 10 tailandeses e 1 filipino.

Todos saíram pelo sul da Faixa de Gaza, foram recebidos por homens do Exército de Israel e encaminhados para uma base militar a fim de receber atendimento médico e cuidados psicológicos.

Os reféns libertados pelo Hamas foram acolhidos pela Cruz Vermelha, que confirmou que eles estão bem.

As pessoas estavam mantidas em cativeiro pelo Hamas desde o dia 7 de outubro, quando foram sequestradas nos ataques terroristas contra Israel.

O acordo entre Israel e Hamas foi intermediado pelos Estados Unidos, Catar e Egito.

O Hamas se comprometeu a soltar pelo menos 50 dos 240 reféns que mantém na Faixa de Gaza. Em troca, o governo israelense vai libertar 150 prisioneiros palestinos.


Todos saíram pelo sul da Faixa de Gaza, foram recebidos por homens do Exército de Israel e encaminhados para uma base militar a fim de receber atendimento médico e cuidados psicológicos.

Duas fases do acordo


Na primeira fase do acordo, o Hamas deve libertar cerca de 50 mulheres e crianças com menos de 19 anos mantidas na Faixa de Gaza. Já Israel deve soltar pelo menos 150 prisioneiro palestinos, a maioria mulheres e menores.

O acordo também prevê a proibição de tráfego aéreo no sul da Faixa de Gaza nos quatro dias de cessar-fogo e no norte da região por seis horas em cada dia de trégua. Haverá livre circulação de pessoas para facilitar o deslocamento do norte para o sul do enclave palestino.

Na segunda fase do acerto, o Hamas poderá libertar mais reféns em troca de Israel estender o cessar-fogo.

De acordo com a emissora Al Jazeera, mais da metade dos 240 reféns mantidos pelo Hamas são estrangeiros ou tem dupla nacionalidade ligada a cerca de 40 países, como Estados Unidos, Reino Unido, França, Alemanha, Portugal, Argentina, Chile, entre outros.

Nenhum comentário

Obrigado por contribuir com seu comentário! Ficamos felizes por ser nosso leitor! Seja muito bem vindo! Acompanhe sempre as nossas notícias! A equipe Tribuna do Brasil agradece!

Oferecimento Tribuna do Brasil & Agência Brasil