Page Nav

Classic Header

{fbt_classic_header}


 

Destaques:

latest

DISTRITO FEDERAL | DETRAN - CARTEIRA DE HABILITAÇÃO DIGITAL: veja o passo a passo para obter o documento.

Veja o passo a passo para obter a CNH digital 1 – Instale o aplicativo "CDT – Carteira Digital de Trânsito" no seu smartphone. 2 –...



Veja o passo a passo para obter a CNH digital


1 – Instale o aplicativo "CDT – Carteira Digital de Trânsito" no seu smartphone.

2 – Cadastro de usuário:

– Uma vez instalado o aplicativo, abra e selecione: "Entrar com gov.br"

– Na tela seguinte informe o CPF e selecione "Próxima". (Tela do Gov.br)

– Na próxima tela deverá ser informada a senha do usuário. Caso o usuário não possua conta no Gov.br, deverá criar uma conta. Após criar a conta, deve retornar ao aplicativo e clicar em "Entrar com gov.br".

3 – Baixar a CNH digital:

Após o login, selecionar a opção "Habilitação", em seguida selecionar "Toque aqui para adicionar a sua CNH";

Não estando habilitado, o usuário deve optar por um módulo de autenticação. São eles: "Validação pelo celular (Validação Facial); Certificado Digital (Portal de Serviços Denatran); Sem certificado digital (Validação de balcão do Detran).

Ao escolher a validação facial o usuário deverá:

– Informar o CEP à época da emissão da CNH Física;

– Efetuar a leitura do QR Code;

– Realizar a Validação Facial, atendendo às solicitações do aplicativo;

– Ao final da validação facial, informar o número do telefone;

– Pronto! Está disponibilizada a CNH digital em seu smartphone;

A CNH Digital é uma versão eletrônica da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e tem o mesmo valor jurídico da impressa, que continua sendo emitida aos condutores pelo Detran-DF. O documento em formato digital está disponível desde 2018 pelo órgão estadual de trânsito.

Utilizar a habilitação de maneira eletrônica é fácil. A CNH é acessada por meio de um QR Code presente no documento físico e é disponibilizada por um aplicativo, o CDT (Carteira Digital de Trânsito), da Serpro (Empresa de Tecnologia da Informação do Governo Federal). Esse aplicativo está disponível nos principais sistemas operacionais dos telefones celulares e permite que o condutor gere a CNH sem precisar comparecer a uma unidade de atendimento do Detran DF ou do Na Hora.

O código para baixar a CNH no aplicativo CDT é enviado no e-mail de cadastro do cidadão. Há também a opção de acesso pelo site do Detran-DF na aba "Serviços" (Desça até o ícone "CNH – Carteira Nacional de Habilitação" e clique em "Consultas e Acompanhamentos". Em seguida, clique em "Consulta do código de segurança da CNH digital")

Os motoristas que estão com a habilitação vencida ou a vencer em 30 dias podem fazer o pedido de renovação da CNH, de forma online, pelo portal (https://portal.detran.df.gov.br/) ou Portal de Serviços do DETRAN-DF. O condutor, no entanto, não deve ter qualquer tipo bloqueio no prontuário, como suspensão, por exemplo.  

Já para condutores com a habilitação emitida antes da nova tecnologia digital – sem o QRCODE- é preciso solicitar uma segunda via do documento para obter a versão online. A solicitação também pode ser feita pelo site ou aplicativo do Poupatempo. O valor da taxa é o mesmo da renovação.

O Departamento Nacional de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF) é o primeiro órgão fiscalizador de trânsito a oferecer aos condutores o CRLVe, que coexistirá com o documento impresso. A expectativa é de que até 31 de dezembro deste ano, todos os Detrans adotem a tecnologia, conforme determinação da Resolução Nº 720/2017 do Contran.

 O documento digital será disponibilizado no mesmo aplicativo da Carteira Nacional de Habilitação digital (CNHe), sistema operacionalizado pelo Serpro desde outubro de 2017. Também será possível baixar o arquivo em formato PDF, com assinatura digital, para ser utilizado em alguma necessidade onde se exija um documento autenticado.

 
Como baixar o aplicativo do Denatran: CARTEIRA DIGITAL DE TRÂNSITO
 
Baixe o aplicativo da Carteira Digital de Trânsito nas Lojas App Store (iOS) ou Play Store (Android), gratuito.
Após realizar o cadastro no aplicativo, será encaminhado para o e-mail cadastrado um link para a validação do processo.

Observações:

Para quem já possui o aplicativo CNH Digital, será necessário fazer a atualização desse aplicativo, o qual será transformado em Carteira Digital de Trânsito.
Quando houver necessidade de trocar o aparelho em que o aplicativo estiver instalado, basta baixar novamente a Carteira Digital de Trânsito no aparelho novo, com mesmo CPF e senha de acesso e automaticamente o antigo será bloqueado.
Os documentos incluídos ficarão disponíveis no aplicativo independente de acesso à internet.

 Acesse o tutorial do Portal de Serviços do Denatran (https://portal.detran.df.gov.br/)

Etapas para a inclusão de documentos digitais:

 
Carteira Nacional de Habilitação Digital (CNHe)

1. Incluir no aplicativo Carteira Digital de Trânsito o documento. Será solicitado o número de registro da CNH, encontrado no documento conforme imagem abaixo:

2. O aplicativo vai pedir para você criar um PIN de acesso (senha), de quatro dígitos numéricos, que será solicitada sempre que for acessar os documentos digitais incluídos na carteira. Isso foi criado para facilitar o acesso, já que a senha do portal é mais complexa, com letras e números.
3. Para acessar, abra o aplicativo, clique em CNH Digital e defina um PIN de acesso.

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES:

• Se sua CNH foi emitida a partir de maio/2017, poderá verificar que possui QR Code, ele se localiza na parte interna do documento. Anterior a este mês não será possível emitir a CNH Digital.
• É necessário atualizar previamente os dados cadastrais no Detran presencialmente, por telefone no 154 ou por meio do Portal de Serviços do Detran . A CNH é um documento que tem fé pública. Se, por algum motivo, já possuir certificado digital, não é necessário vir ao Detran.
• A validação desse documento poderá ser feita por meio do QR Code com o aplicativo para leitura de QR Code do Denatran, Lince.
• Quando da emissão de nova CNH, não será necessário o documento novamente pois a atualização será automática, desde que tenha sido informado o telefone atualizado no ato da abertura do processo.


REDAÇÃO TRIBUNA DO BRASIL

Uma marca do Grupo

Nenhum comentário