TRUE

Latest Posts

TRUE
{fbt_classic_header}

Últimas Notícias:

latest

Destaque TOPO - 970x250 - Colégio Objetivo

Dia Internacional da Mulher alerta para abusos cometidos contra mulheres

  O tema do Dia Internacional das Mulheres em 8 de março de 2023 é "Por um mundo digital inclusivo: inovação e tecnologia para a iguald...

 Imagem de tirachard no Freepik

O tema do Dia Internacional das Mulheres em 8 de março de 2023 é "Por um mundo digital inclusivo: inovação e tecnologia para a igualdade de gênero". 

Comemoração das Nações Unidas do Dia Internacional da Mulher 2023 “DigitALL: Inovação e Tecnologia para a Igualdade de Gênero” - Fotos Públicas

A celebração reconhece e celebra mulheres e meninas que defendem o avanço da tecnologia e da educação digital, com o objetivo de explorar o impacto da lacuna de gênero digital na ampliação das desigualdades econômicas e sociais, além de destacar a importância de proteger os direitos das mulheres e meninas em espaços digitais. 

Trazer mulheres e outros grupos marginalizados para a tecnologia resulta em soluções mais criativas e inovadoras que atendem às necessidades das mulheres e promovem a igualdade de gênero. No entanto, a exclusão das mulheres do mundo digital elimina trilhões de dólares do PIB de países de baixa e média renda, e a violência online continua sendo um problema sério. Ou seja, incorporar a perspectiva de gênero na inovação, tecnologia e educação digital é essencial para um futuro sustentável. 

Brasil

O Dia Internacional da Mulher é celebrado no Brasil em 8 de março e marca a luta histórica das mulheres por condições sociais iguais às dos homens. Embora muitos direitos das mulheres estejam garantidos por leis no Brasil, a violência e o desrespeito ainda são uma realidade, especialmente no que diz respeito ao feminicídio, crime que ocorre quando uma mulher é morta por violência doméstica ou discriminação de gênero. Em 2022, o Brasil registrou um recorde de feminicídios, com uma mulher morta a cada seis horas.

Marcha das Mulheres no Rio de Janeiro
Marcha das Mulheres no Rio de Janeiro - Fotos Públicas

A educação é fundamental para combater o machismo e o patriarcado, que são as principais causas da violência contra as mulheres. Inserir a discussão sobre a violência contra a mulher nos currículos escolares pode ajudar na prevenção e redução desses casos. Além disso, iniciativas como a Semana Escolar de Combate à Violência contra a Mulher e a inclusão da prevenção à violência no currículo escolar têm como objetivo desenvolver o pensamento crítico e analítico dos estudantes sobre o tema e capacitá-los para reconhecer as diferentes formas de violência contra a mulher e denunciá-las.

Em 2022, o Brasil teve 3,9 mil homicídios dolosos de mulheres, um aumento de 2,6% em relação ao ano anterior, e 1,4 mil feminicídios, o maior número já registrado desde que a lei entrou em vigor em 2015. De acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2021, 68,7% das vítimas de feminicídio tinham entre 18 e 44 anos.

Os estados com o maior número de feminicídios em 2022 foram São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco e Maranhão. Mato Grosso do Sul e Rondônia têm os maiores índices de homicídios de mulheres e também as maiores taxas de feminicídio do país.

Palácio do Planalto iluminado para o Dia Internacional da Mulher
Palácio do Planalto iluminado para o Dia Internacional da Mulher - Fotos Públicas

A capacitação de profissionais que atuam no atendimento e acolhimento das mulheres vítimas de violência, o amparo às sobreviventes e suas famílias, a educação e conscientização da população e uma mídia consciente e responsável são algumas das medidas necessárias para combater o feminicídio e a violência contra a mulher. A Lei Maria da Penha é um instrumento importante para proteger a mulher vítima de violência doméstica e evitar que o crime contra elas se concretize.

Este Dia Internacional da Mulher é uma oportunidade para aumentar a conscientização sobre essas questões e promover mudanças positivas. Todos devem trabalhar juntos para acabar com a violência contra as mulheres e lutar pelos direitos das mulheres em todas as áreas da vida.


Nenhum comentário

Obrigado por contribuir com seu comentário! Ficamos felizes por ser nosso leitor! Seja muito bem vindo! Acompanhe sempre as nossas notícias! A equipe Tribuna do Brasil agradece!

Oferecimento Tribuna do Brasil & Agência Brasil