Page Nav

Classic Header

{fbt_classic_header}

Destaques:

latest

DISTRITO FEDERAL | LIMPEZA PÚBLICA - "NOVIDADE NA COLETA DE LIXO!" - Bairro Noroeste em Brasília recebe as novas "Lixeiras Subterrâneas" Confira!

Inicialmente serão 60 unidades e custaram R$ 4,7 milhões. Coletoras evitam proliferação de pragas e impede liberação de odores MARLENE GOMES...

Inicialmente serão 60 unidades e custaram R$ 4,7 milhões. Coletoras evitam proliferação de pragas e impede liberação de odores

MARLENE GOMES, DA AGÊNCIA BRASÍLIA I EDIÇÃO: CAROLINA JARDON

A capacidade de armazenamento das novas coletoras é de três mil litros de resíduos, volume bem maior que o comportado pelos depósitos de lixo utilizados atualmente | Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília

O Setor Habitacional Noroeste começou a receber as primeiras lixeiras subterrâneas. A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) já está instalando as novas coletoras no bairro, que tem características de uma cidade-parque.

A princípio, serão colocadas 60 unidades, ao custo de 4,7 milhões de reais, em quadras onde os prédios residenciais já estão prontos.

Na quadra 311 estão sendo colocadas seis unidades. Nesta primeira etapa, receberão as novas coletoras as quadras 107, 307, 108, 109, 309, 110, 310, 111 e 311, além da CLNW 10/11. A previsão é de que o trabalho seja concluído em julho.

O Setor Noroeste tem cerca de 18 mil e 500 moradores

Outras 20 lixeiras estão previstas para também serem instaladas na área. Essas unidades, no entanto, só serão postas quando os edifícios, que ainda estão em construção, ficarem prontos. O Setor Noroeste tem cerca de 18 mil e 500 moradores.

As novas coletoras de lixo subterrâneas vão receber resíduos orgânicos e recicláveis. Localizadas abaixo do nível do chão e com tampas de fácil manuseio, os coletores evitam a proliferação de pragas e vetores, dificulta o acesso dos animais de rua, evita a exposição dos resíduos e impede a liberação de odores.

A capacidade de armazenamento das novas coletoras é de três mil litros de resíduos, volume bem maior do que o comportado pelos depósitos de lixo utilizados atualmente. Com isso, vai ser possível aumentar o volume de armazenamento e a diminuição da frequência da coleta, feita pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU).

“Depois de discussões das opções de coletores, com os representantes dos moradores do bairro, a Terracap escolheu esse tipo de lixeira subterrânea, que contribui para o cumprimento das leis ambientais, e evita enchentes e a transmissão de doenças. Ganha a população e o meio ambiente”, disse o diretor técnico da Embrapa, Hamilton Lourenço Filho.

A instalação das lixeiras é um projeto aguardado por muito tempo pelos moradores do setor | Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília

 O diretor da Terracap avalia que as lixeiras subterrâneas vão trazer mais qualidade de vida à população do Noroeste. “Isso porque a não exposição do lixo evita a proliferação de ratos e insetos, além do acesso de animais de rua aos resíduos. Sem contar que não há poluição visual no bairro e reduz o mau cheiro normalmente causado pelo lixo”, explicou Hamilton Lourenço.

Antiga reivindicação

A instalação das lixeiras é um projeto aguardado por muito tempo pelos moradores do setor, de acordo com o presidente da Associação dos Moradores do Noroeste, Antonio Custódio Neto. 

“Lutamos muito pela implantação das coletoras subterrâneas. É uma solução que resolve o problema de contêineres no bairro. Tudo agora ficará enterrado e apenas um tubo de aço estará para fora, permitindo que o SLU faça a coleta”, declarou Antonio Neto.

FONTES: AGÊNCIA BRASÍLIA

EDIÇÃO E IMAGENS:

REDAÇÃO DO GRUPO

 

Nenhum comentário